segunda-feira, 1 de junho de 2009

UM FINAL DE ÉPOCA A CONDIZER

Num jogo sem particulares pontos de interesse, face ao mau futebol praticado, muito por culpa da equipa mais cotada, que acusando demasiadamente o desgaste que as variadas competições lhe impuseram, salpicadas por efectivas debilidades técnicas de que alguns jogadores padecem (disfarçadas de algum modo noutros jogos melhor conseguidos), o FC Porto lá cumpriu a sua obrigação: Ganhar o último troféu da época, a Taça de Portugal que faltava no currículo do Professor. Parabéns a todos os portistas em geral e ao treinador em particular.

Parabéns, muitos parabéns merecem quantos se deslocaram a Oeiras, transformando aquele obsoleto estádio numa verdadeira sala de espectáculos, emprestando alegria, vibração, entusiasmo e fervor clubistico, como as gentes do Norte sabe muito bem proporcionar.

Não vou naturalmente enaltecer os pique-nic, as sardinhadas ou os churrascos, na mata do Jamor, pelos vistos tão ao gosto de alguns comentadores, para justificar a final em Oeiras! Nisto estou com Pinto da Costa, apreciam sardinhadas? «venham à Afurada ou ao Senhor de Matosinhos!» (Genial)

Jesualdo que já tinha um compromisso com o Presidente, selado com um aperto de mão aquando do jogo FC Porto - Manchester United, no Dragão, lá satisfez a louca curiosidade dos jornalistas. Informou que vai assinar por mais dois anos. Resultado perfeitamente previsível.

O Professor tem consciência que neste Clube as responsabilidades e as exigências são enormes. Por isso contamos com ele para proceder às correcções que este plantel vai ter de sofrer, para que nas próximas duas épocas a qualidade do jogo possa ser ainda melhor. A equipa necessita de mais qualidade no passe, na circulação da bola e no poder de fogo, que a tornem numa máquina trituradora. Só assim poderemos ter ambições mais alargadas.

Entretanto, com esta nova conquista o primeiro lugar do ranking dos clubes portugueses volta a ficar mais perto. Rui Santos apresentou ontem resultados que não me parecem certos já que esqueceu os primeiros anos do futebol oficial jogado em Portugal. No quadro abaixo apresento os títulos em todas as provas disputadas:


Já falta pouco!

5 comentários:

AZUL DRAGÃO disse...

O teu quadro estatístico está correcto.

O Rui Santos esquece com muita facilidade as vitórias do F.C.PORTO !

Precisa de tomar fósforo !

Abraço

Vitor Daniel disse...

Foi um jogo onde os adeptos foram o palco principal que transformaram esta Taça numa bela festa de Tons Azuis e Amarelos, belissimo, mais uma Taça, mais um golo de Lisandro e mais 2 anos de continuidade de Jesualdo.

Um abraço, http://varanda-do-dragao.blogs.sapo.pt

Jorge disse...

Esse quadro das nossas vitórias dá mais orgulho de cada vez que olho para ele :)

The Blue One disse...

Caros amigos, o jogo foi muito fraco, mas também não se pode exigir mais a uma equipa que fez tantos jogos este ano...

Os Dragões até começaram bem, entrando com muita garra e pressionando o Paços, mas depois do golo de Lisandro a qualidade começou a cair e a porcaria de futebol que o Paços de Ferreira pratica veio ao de cima... Depois foi o que se viu, um jogo enfadonho.

Mariano já voltou ao normal, ou seja, a jogar mal como tudo e só espero que Jesialdo e o FC Porto na próxima época tenham um banco á altura do onze inicial.

Saudações Portistas!!!

Não é Portista quem quer, só é Portista quem pode

Anônimo disse...

http://www.record.pt/noticia.aspx?id=979cd84b-eee9-4c60-a803-fca83c916451&idCanal=00002510-0000-0000-0000-000000002510