quarta-feira, 6 de outubro de 2010

XISTRALHADAS DO XISTREMA!

A camisola vermelha fica-lhe muito bem

Antes do mais, quero deixar bem claro que considero a cedência de pontos do FC Porto em Guimarães, responsabilidade principal da equipa azul e branca, por não ter conseguido «matar» o jogo na altura certa, apesar das oportunidades criadas e ainda pelo erro defensivo clamoroso que deu o empate.

Apesar disso e porque Vítor Pereira prometeu fazer a análise das arbitragens com regularidade, precedente aberto face às exigências do clube do regime, sinto-me na obrigação de contribuir com alguns dados:

02' Hulk é impedido de discutir um lance, com o defesa vimaranense a lançar-se por cima dele. Xistra nada assinalou;

04' Fucile ganha a bola junto da linha lateral, sofre um encosto e quer Xistra, quer o árbitro auxiliar nada viram;


16' Fora de jogo mal assinalado a Álvaro Pereira;

38' Fucile vê amarelo injustamente. Chega primeiro à bola e acaba tocado por Edgar. Xistra viu ao contrário!;

39' Nilson evita o 2º golo do Porto, num remate de João Moutinho, dando uma palmada para fora da linha de cabeceira. Xistra mandou executar pontapé de baliza!;

40' Cléber atinge Fucile na cara, mesmo nas barbas do árbitro auxiliar. Xistra não viu nem foi avisado;

49' João Moutinho discute uma bola dividida e é pisado. Xistra nada marcou!;

55' Fucile comete grande penalidade sobre Edgar, puxando a camisola por trás. Xistra, de frente, não conseguiu ver esse movimento e o que viu foi o que a imagem sugere, Edgar com o seu braço direito afasta Fucile, por isso marcou erradamente falta ao contrário;

87' Falcao está perfeitamente em posição regular mas o árbitro assinalou fora de jogo, cortando um lance de golo eminente.

O grande xistrema em andamento!


7 comentários:

Deus...anteriormente conhecido como... disse...

E ainda há a bordoada do Ricardo sobre o Falcao na primeira parte antes do amarelo ao Fucile e o pontapé por trás nas pernas do Samurai antes da expulsão do Fucile...critérios do Xistrema.

R.M.Silva da Costa disse...

Tudo insignificâncias, minudências. Verdadeiramente notável foi a "reacção desabrida" do imaturo Villas Boas e o seu "mau perder", por ter visto um penalti no momento real do jogo e no estádio, num lance que, do local onde se encontrava, lhe pareceu ter acontecido. E tanto assim é, que as imagens televisivas do lance só foram divulgadas no dia seguinte e é necessária alguma atenção para se verificar que, efectivamente, não houve infracção

dragao vila pouca disse...

É isso mesmo. Como somos exigentes, dizemos que temos muitas culpas na cedência dos 2 pontos, mas temos também, de dizer que a arbitragem do Xistra, foi mais uma vez e como sempre, contra o F.C.Porto.

Um abraço

Nightwish disse...

Para ser justo, faltou também um amarelo ao Moutinho por uma entrada por trás no início do jogo.

Pedro disse...

sobre o penalti, penso que, vendo o lance todos os ângulos, edgar mete o braço 'a frente do fucile praticamente no mesmo momento em que este último começa a puxar o jogador do guimarães. não sei o critério para esse género de lances, mas talvez o árbitro devesse mandar seguir o jogo.

Dragão Azul Forte disse...

Eu sou da opinião de Pedro mas o árbitro, na posição em que estava, nunca poderia ter marcado penalti contra o FC Porto. É que o puxão à camisola nas costas de Edgar é feito com este virado para o Xistra. Só nós, telespectadores, pudemos ver o puxão protagonizado por Fucile. Nem tão pouco o “bandeirinha” estava em posição de ajuizar adequadamente o lance.
Claro que o “diligente” trabalho da TVI (e Sport TV) permitiu a repetição, até à exaustão, de imagens do referido lance. Mas nunca referiram o que eu disse acima, porque para eles análise “séria” é escamotear algumas verdades.
Um abraço.

O Anti Lampião disse...

o balanço da impunidade à 5º jornada:
http://oantilampiao.blogspot.com/2010/10/cuidado-com-nossa-instituicao.html