quarta-feira, 4 de março de 2009

O PIONEIRO DAS CONQUISTAS

A gloriosa jornada do primeiro campeonato nacional de futebol, apelidado de Campeonato de Portugal, primeira competição oficial organizada no nosso país pela União Portuguesa de Futebol (Organismo que viria a transformar-se na actual FPF), só poderia ter um vencedor. Adivinhem! Pois claro, o nosso FC Porto.

Disputado pelo sistema eliminatório, o campeonato de 1921/1922, decidiu-se numa emotiva final a duas mãos entre a equipa portista e o Sporting.

O primeiro jogo foi na Constituição e o Porto ganhou por 2-1. Depois, no Campo Grande, em Lisboa, 2-0 para o Sporting, obrigando a terceiro jogo, que por sorteio calhou disputar-se no Porto, mas no Bessa. Foi um jogo que decorreu numa tarde escaldante de Junho e num ambiente de perfeita loucura. No final dos 90 minutos, havia um empate a um golo, com o tento portista a pertencer a José Balbino. Veio o prolongamento e o FC Porto marcou mais dois golos, por João Nunes e João de Brito, resolvendo a questão. 3-1 foi o resultado final.

Campeões de Portugal 1921/1922: Da esquerda para a direita: Lino Moreira, João de Brito, Alexandre Cal, Balbino da Silva, João Nunes, Júlio Cardoso, Artur Augusto, Tavares Bastos, José Mota, Floriano Pereira e Velez Carneiro.

3 comentários:

mika disse...

your blog and photos are so nice
you can visit me at:

http://photostricks.blogspot.com

http://photostricks.blogspot.com

dragao vila pouca disse...

Meu caro,

Não há dúvidas que o nosso hábito de ganhar já vem de longe e tem de continuar.
Para isso temos de ser fiéis à nossa imagem de marca, de clube profissional, corajoso, ambicioso, e audacioso. Quem não for capaz de perceber isto, está no clube errado.
Essa gente que ganhou o primeiro campeonato, não tinha nada do que têm agora os jogadores e no entanto, davam tudo pela camisola azul e branca.

Um abraço

Anônimo disse...

«... o nosso hábito de ganhar já vem de longe ...»


Muito antes, por isso, de o «nos so» presidente ter nascido.

E muito antes das... sads.