domingo, 25 de julho de 2010

AGORA SIM, A APRESENTAÇÃO!

Aconteceu sem surpresas a festa de apresentação do plantel do FC Porto aos sócios que se deslocaram ao Dragão em massa (cerca de 40.000 espectadores).

Depois da já habitual dança do Dragão, o speaker foi chamando os 28 atletas que tinham feito parte de uma coreografia, bem disfarçados com um fato macaco azul, de onde foram saindo.

Os realces foram para os seis reforços e para a presença no plantel, pelo menos por enquanto, de Bruno Alves, Raúl Meireles e Fucile. Álvaro Pereira, ainda de férias, esteve ausente mas foi lembrado.

Referência ainda para a apresentação dos três regressados, Sapunaru, Castro e Ukra. Stepanov e Farías não fazem parte do plantel.

Não havendo surpresas, tendo em conta as contratações anunciadas pela SAD, não deixou de causar alguma estranheza as ausências de Walter e Kléber, face às últimas notícias de alguns jornais e dos pasquins, especialmente em relação ao Bigorna...

Plantel 2010/2011

1 - Helton
2 - Bruno Alves
3 - Raul Meireles
4 - Maicon
5 - Álvaro Pereira
6 - Freddy Guarín
7 - Fernando Belluschi
8 - João Moutinho
9 - Radamel Falcao
10 - Cristian Rodríguez
11 - Mariano Gonzalez
12 - Hulk
13 - Jorge Fucile
14 - Rolando
15 - Emídio Rafael
16 - Sereno
17 - Silvestre Varela
19 - James Rodríguez
20 - Tomás Costa
21 - Cristian Sapunaru
22 - Miguel Lopes
23 - Souza
24 - Beto
25 - Fernando
26 - Castro
27 - Ukra
28 - Rúben Micael
31 - Kieszek


Seguiu-se depois o jogo contra a Sampdória, quarta classificada da época passada do campeonato italiano.

No primeiro tempo o FC Porto entrou bem, dominou, controlou e marcou dois belos golos. Mostrou um crescente entrosamento, algumas boas combinações, lances bem congeminados e momentos de bom futebol. A equipa começa a ganhar confiança e parece-me no bom caminho.

O segundo tempo, fruto das muitas alterações registadas, o ritmo da partida baixou e os italianos aproveitaram para se adiantar um pouco no terreno, sem no entanto provocarem grandes complicações.

Jogo no Estádio do Dragão, no Porto
Assistência: 39.425 espectadores
Árbitro: Jorge Sousa (AF Porto)

F.C. PORTO: Helton (Beto, 46m); Miguel Lopes (Sapunaru, 64m), Maicon, Rolando (Sereno, 46m) e Emídio Rafael; João Moutinho (Belluschi, 46m), Fernando (Castro, 76m) e Rúben Micael (Souza, 64m); Hulk (Varela, 64m), Falcao (Ukra, 80m) e Cristian Rodriguez (James Rodríguez, 46m).
Suplentes não utilizados: Kieszek, Bruno Alves, Raul Meireles e Tomás Costa.

SAMPDORIA: Curci, Stankevicus, Accardi (Cacciatore, 9m), Poli (Volta, 65m), Gastaldello, Lucchini (Tissone, 65m), Mannini (Obiang, 86m), Cassano (Rossini, 76m), Pozzi (Marilungo, 65m), Koman e Dessena (Bianco, 86m

GOLOS: 1-0, por Fernando (22m); 2-0, por Hulk (25m); 2-1, por Cassano (28m g.p.)

Cartão amarelo: Mannini (20m), Hulk (39m)

4 comentários:

dragao vila pouca disse...

Evolução

Quem viu o jogo frente ao Ajax e viu este, notou uma melhoria clara, nítida da equipa portista. Muito mais compacta, muito mais agressiva, muito mais organizada e a durar muito mais, junto a uma pressão alta e uma posse de bola, que em alguns momentos, foram uma espécie de regresso ao passado, antes de Jesualdo. Houve uma notória evolução do jogo portista e se ainda há muito a melhorar, quem foi hoje ao Dragão, já saiu de lá com outra cara, outro estado de espírito e no meu caso, com uma certeza, a certeza que temos treinador. Temos treinador, meus caros, porque perante tantas incertezas, tantas indefinições, com tudo o que isso significa e fazer evoluir a equipa tanto, numa semana, é motivo para estarmos optimistas em relação a André Villas-Boas. Até agora, se há quem não esteja a corresponder às expectativas, não é o jovem treinador do F.C.Porto... Disse atrás que há coisas a melhorar e o que há a melhorar é principalmente na defesa. Não há boas equipas sem boas defesas - embora hajam excepções à regra: estou a lembrar-me, por exemplo, do Brasil em 70 - e sem um bom guarda-redes. Se na baliza, estamos bem com Helton, Beto e Kieszek, se Maicon e Rolando, garantem alguma segurança no centro e Álvaro é uma certeza, com um bom substituto, E.Rafael - a partir de agora, Rafa. Vá lá saber-se porquê...- para a lateral-esquerda, já no centro e se Bruno Alves sair, temos de ir ao mercado e contratar um jogador de qualidade. Sereno, voltou a não me convencer e se for só o que tem mostrado...meu querido André Pinto! Para o lado direito as coisas são semelhantes. Não gostei de Miguel Lopes, nada mesmo e Sapunaru, embora melhor, não me dá garantias totais. Também aqui, se Fucile sair, o ideal seria contratar alguém, mas com dois laterais apresentados, tenho algumas dúvidas que seja essa a opção.

Muito gente boa no meio-campo. Fernando muito bem e muito mais capaz de ir à frente. Bem Belluschi, J.Moutinho, Souza - este rapaz tem pinta! -, menos bem Rúben Micael, a acusar a paragem, muita sofreguidão em Castro a querer mostar serviço depressa e depressa e bem...e ainda falta Guarín...Meireles, se não sair será a surpresa do defeso.

Idem para o ataque. A Falcao, só está a faltar um bocadinho assim...Hulk, continua com alguns defeitos do passado, mas é capaz de resolver e de que maneira!, James - chico, você me encanta! - quer ter bola, pede bola, assume, vai para cima...e marca maravilhosamente os cantos. Tentou marcar livres, mas ainda lhe falta estatuto. Grande regresso de S.Varela. Esteve parado quantos meses? Não se notou nada! O Cebola, já esteve melhor, mas ainda longe do que pode fazer e Ukra, jogou pouco e a ponta-de-lança...

Um abraço

R.M.Silva da Costa disse...

Está tudo, sobre o excelente ensaio de ontem no Dragão, neste post.

Gaspar Lança disse...

Gostei muito da primeira parte. Dois bons golos, com o de Hulk a ficar claramente destacado. Nota mais, um grande mais, para James (não Rámez como se ouvia na rádio) que fez um grande jogo.
Bruno Alves e Meireles não jogaram, estarão mesmo de saída?
Um abraço, Gaspar

Tiago Araújo disse...

Boas,

O FCPorto apresentou-se ontem com um plantel mais ofensivo ao contrário do que tinha sido do jogo com o Ajax. O treinador André Villas Boas quererá um plantel assim mais veloz... O jogo podia ter terminado 2-0 mas com os italianos a cruzarem a bola Emidio Rafael corta a bola com a mão e foi grande penalidade e assim o jogo ficou 2-1.

abraço

http://campeoesfcporto.blogspot.com