terça-feira, 15 de julho de 2008

LÁGRIMAS DE CROCODILO!

No Jornal da Tarde da RTP1 de hoje, o presidente da Liga Profissional de Futebol, Hermínio Loureiro mostrou-se desencantado com o rumo do futebol português.

Como vem sendo prática entre os responsáveis máximos pelas estruturas da modalidade, também ele enveredou pelo caminho mais fácil, sacudindo a água do capote e atirando o odioso para os elementos da disciplina.

Oh shô doutor! O senhor deve estar convencido que andamos todos a nanar! Por acaso já se esqueceu de quem foi que se "aninhou" perante as exigências de um certo presidente de clube, que ameaçou impedir a sua equipa de participar na prova que V. Exa. entendeu criar, como contributo importante para o progresso do futebol, se o Apito Dourado, ainda em fase de instrução, não fosse prematuramente apreciado e julgado em termos desportivos? Não percebeu que os elementos da CD do Organismo a que preside lhe estão hipotecados? Não se sente responsável pela promessa que fez a essa figura? Como ousa alhear-se e lavar as mãos como Pilatos?

A imagem do futebol profissional não é mais que o resultado da política de cedências e influências a que o seu presidente foi permeável. Não adianta tapar o Sol com a peneira.

2 comentários:

dragao vila pouca disse...

Um político à procura de protagonismo e como político pensa que se juntar, estiver do lado, da maioria vermelha, isso lhe dá dividendos futuros.
Ah, e com a presidência da federação em vista, com o Ricardo Costa pela mão.
Um abraço

André Pereira disse...

Detesto vitórias na secretaria. Acho que as únicas vitórias interessam são as conquistadas dentro das quatro linhas, mas desta vez não pude deixar de comemorar. Afinal foram eles que escolheram jogar no outro campo e a vitória em campo adversário é sempre muito mais saborosa.