domingo, 4 de outubro de 2009

VITÓRIA JUSTA E TRANQUILA

FICHA DO JOGO

(Clique no quadro para ampliar)

Foi com alguma naturalidade que os Tetracampeões nacionais ultrapassaram mais um adversário que se antevia difícil. Marcando cedo o FC Porto foi aos poucos, sem grande esforço, levando a água ao seu moinho. Falcao voltou a ser decisivo com a sua presença na área, onde servido superiormente por Belluschi, mais uma bela exibição, elevou-se sem oposição rematando de cabeça para facturar o primeiro da partida, ainda não tinha passado o primeiro quarto de hora de jogo. Teve nova oportunidade logo a seguir mas cabeceou à figura.

Hulk, hoje pouco explosivo, ainda se isolou em passe magistral de Belluschi, mas fez o pior, tropeçou na bola e perdeu-se uma escandalosa oportunidade de dilatar o resultado. Teve ainda durante o encontro duas bolas nos ferros. Hoje não era o seu dia.

Sem jogar muito, os azuis e brancos controlaram a partida e aproveitaram duas das muitas oportunidades para marcar. Dir-se-ia que os Dragões estavam em contenção de esforços, talvez pelo desgaste provocado pelas duas anteriores partidas, que exigiram algum esforço competitivo suplementar.

Primeiro Bruno Alves, acorrendo a um centro bem medido do argentino Belluschi e mais tarde Falcao assistido por Hulk fixaram o resultado.

Vitória justa e tranquila, frente a um adversário que deu a réplica possível, com apontamentos interessantes de Castro e Ukra.

No FC Porto, para mim, os melhores foram Belluschi e Falcao, este pelos dois golos que marcou.





5 comentários:

Gaspar disse...

Foi um jogo interessante.
Entrámos bem em campo, e marcámos cedo e continuámos a assustar.
Gostei.
Falcao, espectacular mesmo.
Hulk e Belluschi também estiveram muito bem mesmo.

Gaspar

dragao vila pouca disse...

Vitória justa, resultado exagerado, em mais uma exibição com altos e baixos, mais baixos que altos. Tudo bem que era o último jogo de uma semana difícil, com jogos importantes e onde o desgaste físico e psicológico, se fez sentir, mas que Diabo, o Porto é uma equipa experiente, melhor que o Olhanense, estava a ganhar por 2-0, era necessário passar aqueles 20 minutos de sofrimento, em que podiamos ter sofrido um ou dois golos?
Será que é a nossa sina não ter um jogo tranquilo, mesmo quando tudo se conjuga para isso?

Vá lá que o campeonato vai parar 2 semanas e dá para o coração recuperar...

Achas que foi uma vitória tranquila? Quem me dera ver os jogos como essa tranquilidade.

Um abraço

Ricardo de Sousa disse...

De acordo em 100% do Post.
Sem esquecer Hulk que fez um grande jogo também, apesar de não ter estado feliz na finalização.

Abraço

ninja disse...

Vitória inteiramente justa e com excelentes momentos do FCPorto. Falcao e Belluschi os melhores da partida. Estamos em crescendo e a subir de forma.

Abraços

Anônimo disse...

Bettencourt e as promiscuidades do clube do regime

Todos sabemos que a comunicação social é dominada pelo clube do regime, mas no almoço comemorativo do nono aniversário do núcleo sportinguista de Vendas Novas, José Eduardo Bettencourt chamou alguns bois pelos nomes:

"Não confundimos futebol com política, nem temos relações promíscuas nessa área [relações promíscuas entre o SLB e a Câmara Municipal de Lisboa]. Se calhar por isso uns começam com muitos milhões porque sabiam que iam ter os problemas resolvidos, e outros começam sem nada. (...)
E a vergonha que foi a criação de um Fundo de Investimento do Benfica em que se avaliou, por exemplo, o Javi García em 17 milhões de euros e juniores desconhecidos em cinco milhões! Onde é que já se viu? Andamos a dormir? E enquanto uns brincavam, outros tratavam, nos bastidores, de tomar conta disto. (...)
Com metade do orçamento ficámos quatro anos à frente do Benfica. Com muito menos dinheiro investido, com muitas menos condições, conseguimos sempre ficar à frente de uma equipa que investe muito no seu plantel, todos os anos. (...)
Foi a primeira vez que ganhamos a uma equipa alemã [Hertha Berlim]. Um conjunto que lutou até à penúltima jornada pelo título alemão, mas que toda a gente diz que não joga nada. O Everton ganhou 4-0 ao AEK de Atenas, mas os gregos é que têm uma grande equipa"
José Eduardo Bettencourt, 04/10/2009