terça-feira, 3 de novembro de 2009

NOS OITAVOS, JÁ!!!!!

FICHA DO JOGO

(Clicar no quadro para ampliar)

Mais uma vez, o FC Porto alcançou os oitavos-de-finais da Champions League, quando faltam ainda duas jornadas para concluir a fase de grupos.

Para tal, a vitória em Nicósia, cumprindo a sua parte, e o contributo do Chelsea com o empate em Madrid frente ao Atlético, foram resultados determinantes.

Jesualdo Ferreira começou por apresentar a equipa que eu tinha previsto, no lançamento deste jogo, com uma diferença, a opção por Guarín em detrimento de Belluschi, deixando o ataque entregue ao tridente Hulk, Falcao e Rodriguez, curiosamente um trio a atravessar uma fase menos lúcida das suas reais capacidades.

Frente a um modesto adversário, os Dragões cedo tomaram conta do controlo e domínio do jogo, face à maior capacidade técnica e experiência dos seus jogadores. Contudo, os azuis e brancos patentearam dificuldades surpreendentes nas transições atacantes muito por culpa das deficiências nos passes, nas recepções da bola e nas opções (remate quando se impunha o passe e vice versa).

Foi até incrível a forma como Hulk não conseguiu desfeitear Chiotis, primeiro após uma saída extemporânea e mais tarde quando isolado, na frente do guarda-redes, lhe «ofereceu» a bola, coma havia feito no Dragão! Também Falcao desperdiçou uma magnífica oportunidade de golo, depois de servido por Hulk, atirando à figura do guardião cipriota.

O colombiano redimir-se-ia ao 84' com um belo e potente remate, inaugurando o marcador, selando a vitória e a passagem aos oitavos, cumprindo desde já o objectivo traçado pela Sad, para esta competição.

Vitória justa mas demasiado dificultada, mais por culpa própria do que pela oposição do adversário.

Os meus destaques vão para Fernando, Guarín (enquanto teve pulmão) e Falcao pelo golo importante e decisivo que conseguiu.

6 comentários:

Pedro Rocha disse...

Concordo com os destaques. Vejamos agora o que acontecerá a Guarín. Será que continuará a ser aposta ou será encostado novamente por Jesualdo. Neste momento entra claramente no nosso onze.
Abraço

Nuno Silva disse...

O Porto cumpriu. O futebol não foi de grande qualidade, mas foi intenso e a atitude foi a correcta.

O Jesualdo repôs o Falcão e Rodrigues no ataque e colocou o Guarin, que tem estado (quase) sempre bem, quando é chamado. Estivemos perto do onze base que só Jesualdo parecer por vezes não perceber.

Entramos num típico 4-3-3, por vezes com o Hulk e Rodrigues demasiado recuados, o que se camuflava num 4-5-1.

O trio do meio campo também foi modificado e eram só Bulldozers... a criatividade não morou por lá (o Belluschi não jogou por opção), mas ainda assim o Guarin esteve muito bem. A defesa esteve sólida, com relativo pouco trabalho já que o Porto colocou o jogo à distância.

Falta muito mais eficácia na concretização.

Não houve facilitismos e nestas provas tem que se ganhar estes jogos. São estas equipas que comprometem os apuramentos.

como se vê por estes dados estatísticos, o Porto, acertando na concretização tem tudo para estar bem em todas as frentes.

O problema da concretização não está propriamente na execução por parte dos atletas mas na forma como o Porto faz o ataque e as oportunidades que dão origem aos remates. Os remates são demasiadamente de longe e surgindo de acções individuais não devidamente apoiadas são quanto a mim o problema. O jogador na posse da bola remata porque o Porto consegue fazer a transição e colocar os atletas perto da baliza... Só que chegam (quase) sozinhos ou sem boas soluções para permitir a finalização em situação mais favorável! Falta apoio, por isso não venham criticar os poucos que ainda conseguem fazer algo sem apoio. Verdade seja dita, mesmo sem qualidade individual o Mariano ainda é dos poucos que vai dando apoio ao ataque... é esforçado.

era bom o Chelsea poder gerir alguns dos seus recursos e podermos ficar de novo em 1º do grupo!

Saliento aquela contabilização de pontos comparativa à época anterior. Para já.. o Porto é a equipa que mais melhorou! e é óbvio, o Benfica teve na época anterior um bom arranque, o Sporting esteve pouco melhor e o Porto que andava ao tropeções, nesta época está a conseguir sobreviver, apesar da fraca qualidade de jogo. Se a evolução se mantiver é de esperar um fortíssimo candidato ao título e ainda com tempo para recuperar o tempo perdido.

Pena é que as equipas de Jesualdo demorem demasiado tempo a evoluir... agora mesmo continua em experiências: entram e saem jogadores, tentam-se outros esquemas (4-4-2)... a estratégia é que é a mesma: transições rápidas, pouca posse de bola, linha ofensiva subida e (demasiado) distante do meio campo, e duas linhas coesas e próximas (meio campo + defesa), mas recuadas.

A dificuldade em fazer uma posse de bola com criatividade, dinâmica, desposicionamentos mantém-se evidente, fruto da falta de verdadeiros elementos criativos no meio campo e com certeza da opção de não treinar bem estas situações.

Em termos de atitude em campo também não há melhorias... estamos bem nos jogos importantes e tendencialmente sobranceiros/expectantes contra equipas menos cotadas, especialmente nos jogos caseiros e entre jogos de Liga de Campeões.

www.remateabaliza.blogspot.com

dragao vila pouca disse...

Já está!

Um Porto que não foi brilhante, mas foi seguro e consistente, mesmo que perdulário e pouco criativo, conseguiu com todo o mérito e com toda a justiça, carimbar o passaporte para os oitavos-de-final da prova rainha da Uefa.
É impressionante a naturalidade com que o F.C.Porto conseguiu o 1º objectivo da época, mesmo num período em que a qualidade do seu futebol deixa muito a desejar.
Agora, com o suporte psicológico do apuramento, espera-se que o F.C.Porto encontre na Liga o seu caminho e rapidamente chegue ao seu habitat natural: o 1º lugar da tabela.

Um abraço

O Dragãozinho disse...

Foi uma primeira parte sem grandes lances , preferia como na época passada , os primeiros vinte minutos em grande , agora é muito sofrimento .
Mesmo assim, o objectivo foi cumprido, e o apuramento já não nos tiram.

dragao e tripeiro disse...

Eu continuo a ver um Porto lutador mas algo trapalhao. Falta um jogador que distribua o jogo que precisamos. Existe demasiado espaco vazio na transicao defesa-ataque, vimos ontem imensas vezes o Porto sair para o ataque atraves do Hulk ou Falcao e Rodriguez que sao jogadores que devem estar na posicao do ultimo passe. Tirando isso, já esta!

Abraco!

Vitor Daniel disse...

Conseguimos já o objectivo principal, agora penso que temos que lutar pelo 1º posto!

Quanto ao jogo penso que jogamos melhor que os últimos jogos apesar de não ser nada de extraordinário, estamos a melhorar e espero que este jogo eleve a moral dos jogadores!

Quanto aos jogadores, penso que a aposta Farias/Falcão deu NOVAMENTE certo, mais um golo com a dupla em campo, estou a gostar de ver, quanto a Guarin, é excelente para a Champions, mas para a Liga Sagres penso que precisamos de Belluschi pois as equipas por cá são ultra defensivas e precisamos de criatividade!

Um abraço e que venha o Maritimo e mais 3 pontos!

http://varanda-do-dragao.blogs.sapo.pt