segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

JOGAR COM AMBIÇÃO

Neste Fevereiro de grande intensidade competitiva, o FC Porto vai começar por receber o seu rival lisboeta Sporting, na disputa da passagem às meias-finais da Taça de Portugal.

Um clássico do futebol nacional com resultado imprevisível, naturalmente. Os Dragões desta época têm pautado pela instabilidade da equipa, das exibições e dos resultados, apesar de se encontrar ainda em todas as frentes, com possibilidades reais de êxito.

Para tal, bastará à equipa encontrar o equilíbrio e a serenidade, perfeitamente ao alcance do plantel, agora enriquecido com a qualidade de Rúben Micael.

A época passada, os azuis e brancos desembaraçaram-se deste adversário, em pleno Alvalade, aquando da 4ª eliminatória, no recurso ao desempate nas grandes penalidades.

Iremos assistir a uma reedição da eliminatória anterior, frente ao Belenenses, com uma maratona de penaltis? Não me importaria, se a vitória pendesse para o nosso lado, mas ainda assim preferia uma vitória clara e inequívoca, apesar de convencido que tal não seja espectável.

Jesualdo Ferreira não pode contar com Hulk (a aguardar desesperadamente a sentença do aprendiz de justiceiro), Raúl Meireles, Cristian Rodriguez e Farías (todos a braços com lesões) . Por opção também não vai utilizar Helton e Bruno Alves.

Lista dos convocados: Beto, Nuno, Miguel Lopes, Fucile, Rolando, Maicon, Nuno André Coelho, Álvaro Pereira, Fernando, Tomás Costa, Rúben Micael, Belluschi, Guarín, Valeri, Mariano Gonzalez, Falcao, Orlando Sá e Silvestre Varela.

EQUIPA PROVÁVEL


Competição: Taça de Portugal - quartos-de-final
Palco: Estádio do Dragão - Porto
Data e hora: 02 de Fevereiro de 2010, às 20:45 H
Árbitro: Paulo Baptista - A. F. Portalegre
Transmissão: TVI

2 comentários:

dragao vila pouca disse...

E com emoção, coragem e dar uma bofetada de luva branca aqueles que julgam que o Dragão é fácil de abater.
Foi uma sequência de acontecimentos, que parecem ter sido planeados, até a demissão do administrador Fernando Gomes, muito bem substituído por Angelino Ferreira, um dirigente acessível, que nunca se furtou ao diálogo e foi muito importante na criação da SAD e na construção do Estádio. Há males que vêm por bem.

Um abraço

The Blue One disse...

Hoje é vencer e vencer e vencer!!! O FC Porto tem a obrigação de limpar a má imagem do nosso Capitão que certos "parolos" resolveram conspurcar na Comunicação Social.

Enquanto não arranjaram uma justificação estupida para a auseência de Bruno Alves não se calaram...

Até me custa ver o Mariano no onze provavel... Não seria melhor por a equipa em 4x4x2 com Varela e Falcao na frente? È que o Mariano ali é menos um no ataque Portista e mais um defesa do adversário...

Um forte abraço e saudações Portistas!!!